06/02/2017


Durante visita surpresa ao Terminal Capelinha, zona sul da cidade, o prefeito João Doria afirmou que está solicitando que as empresas capacitem seus cobradores para que se tornem gradualmente motoristas e a função possa, aos poucos, ser extinta nos ônibus municipais.

A estimativa do Secretario Municipal de Transportes, Sergio Avelleda, é de que apenas 6% dos usuários pagam suas passagens em dinheiro ao cobrador.

A ideia é fazer com que os novos ônibus BRT (Bus Rapid Transit), o Rapidão, já não necessitem mais de cobradores. As cobranças seriam feitas com o Bilhete Único já na plataforma, agilizando, inclusive, todo o processo de embarque e liberação do ônibus da plataforma.

Segundo o prefeito, o processo será gradual e não vai gerar desemprego.

Visita surpresa

O prefeito João Doria chegou hoje às 5h30 no Terminal Capelinha, na zona sul, onde embarcou na linha 6450, que liga Capelinha ao Terminal Bandeira, no centro da cidade. Durante a viagem o prefeito conversou com os passageiros e colheu críticas e sugestões.

O prefeito, que estava acompanhado do secretário Sergio Avelleda (Transportes) e Fábio Santos (Comunicação), disse que a principal reclamação está relacionada à frequência e horário dos ônibus.

Rapidão

A primeira linha do Rapidão, segundo Doria, deve ser a própria 6450 (Terminal Capelinha – Term. Bandeira), a mesma que o prefeito pegou hoje. Projeto sai do papel ainda neste semestre.

Promessa de campanha do tucano, o Rapidão será um ônibus biarticulado com ar condicionado e WiFi grátis em corredores exclusivos e com cobrança direto na plataforma, o que deve agilizar também o embarque.