06/02/2017


Patrocínio de empresas privadas no carnaval de rua de São Paulo deve ser três vezes maior que 2016, o que deve permitir 100% de economia da prefeitura com este evento.

O carnaval do ano passado custou R$ 10 milhões, sendo que a iniciativa privada contribuiu com metade deste valor. Neste ano já se dá como certo o ingresso de R$ 15 milhões por meio de patrocínio, o que deve bancar quase toda despesa com infraestrutura segurança dos blocos.

O carnaval de rua deste ano será 62% maior que o de 2016, atraindo 495 blocos para as ruas da capital. A expectativa é que 3 milhões de pessoas curtam a folia nos blocos de São Paulo. O patrocínio que ano passado foi da cerveja Amstel, neste ano será da Skol.