Com greve, metroviários não suspendem reforma da previdência e empresas de transporte privado ganham novos clientes

16/03/2017


Com a paralisação ilegal dos metroviários na manhã da última quinta-feira, 15, empresas de transporte privado como Uber, Cabify, 99 e Easy, registraram aumento considerável na procura por seus carros, já que às 4h40, todas estações de metrô de São Paulo estavam fechadas.

A Easy registrou aumento de 230%, a Cabify informa que a demanda em seu aplicativo dobrou. Quase todas empresas ofereceram descontos aos seus passageiros.

Houve inclusive muito passageiro novato, que nunca havia utilizado os aplicativos e, com a greve, viram uma oportunidade de experimentar o serviço particular.

Quem ganhou com a greve

Como era de se esperar, com a greve, metroviários não conquistaram nada, já  as empresas conquistaram novos clientes e a população, apesar de ter que pagar mais, ganhou em qualidade.

O sindicalismo mais uma vez impulsionando a iniciativa privada.



Relacionados