Valor de multas poderá ser utilizado na construção de corredores

30/03/2017

 

Justiça de São Paulo derruba suspensão do uso de dinheiro captado com recursos de multas no custeio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e na construção de corredores de ônibus e ciclovias. Com a decisão, a administração municipal poderá voltar a utilizar recursos oriundos das multas para para esses investimentos e também para pagamento dos salários de funcionários da companhia.

Com a restrição, os recursos só poderiam ser utilizados em campanhas educacionais, sinalização, policiamento e em ações fiscalizatórias.



Relacionados