Prefeitura quer utilizar câmeras de videomonitoramento das marginais para multar motociclistas imprudentes. Desde o aumento das velocidades nas marginais Pinheiros e Tietê, todas as cinco mortes nas vias foram com motociclistas.

Historicamente, motociclistas escapam de multas nas marginais por limitação tecnológica de radares, que não conseguem flagrar a moto que desrespeita o limite de velocidade.

Com a medida, o secretário municipal de Transportes, Sérgio Avelleda, quer usar imagens captadas por câmeras de vídeo para que um agente remotamente possa identificar e multar esses motociclistas. Para isso, equipamentos precisaram de adaptação, já que os atuais registram imagens de baixíssima resolução, o que impede a ampliação da imagem para identificação da placa.

A medida é inédita na cidade de São Paulo, e espera reduzir abusos praticados por motociclistas. A prefeitura também pretende lançar uma campanha para orientar motociclistas e motoristas.