O prefeito de São Paulo, João Doria, que se encontrou no Vaticano com o Papa Francisco, pediu por dias vezes que sumo pontífice reconsiderasse decisão de não visitar o Brasil em outubro, quando se comemora os 300 anos de aparição de Nossa Senhora de Aparecida, padroeira do país.

Muito sorridente e sem demonstrar pressa durante o encontro, como resposta disse apenas que seria “difícil”.

“Neste momento, pedi a ele que revisasse a sua decisão de não ir ao Brasil em outubro para a celebração da aparição de Nossa Senhora Aparecida, ele disse que era difícil, mas respondi que difícil não é impossível”, afirmou o prefeito.

O prefeito presenteou o Papa com uma bandeira do Brasil e um livro do fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado.

Doria foi acompanhado da esposa Bia Doria e de sua filha, Carolina.

O prefeito segue agora para Lisboa, onde participa de uma palestra.