O prefeito João Doria afirmou nesta terça-feira, 25, em entrevista à Super Rádio que vai cortar o ponto de servidores públicos municipais que faltarem ao trabalho na próxima sexta-feira, 28, quando está marcada uma “greve geral” em apoio ao ex-presidente Lula e contra a reforma da Previdência e Trabalhista.

“Quem não trabalhar terá um dia a menos de salário”, disse