Justiça manda Twitter revelar identidade de usuários que chamaram Alckmin de ‘corrupto’

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou que o Twitter revele a identidade e os endereços de IP de usuários que chamaram o governador Geraldo Alckmin de ‘corrupto’ e ‘ladrão de merenda’.

Medida serve para que o governador possa processar usuários por dano moral.

De acordo com a decisão, o usuário “Alexandre de Moraes” chamou o governador de “corrupto”, afirmando que ele teria recebido propina da Odebrecht, enquanto o usuário “Paulo de Lima” falou que Alckmin é “ladrão de merenda”.



Relacionados