Uma alteração nas regras do Programa de Silêncio Urbano (Psiu), vai permitir aumento significativo na quantidade de equipes autorizadas a multar e fechar estabecimentos que desrespeitarem a “lei da 1 hora”. 

A partir de agora, não somente os 13 fiscais do Psiu mas também todos agentes de fiscalização ds Prefeituras Regionais estarão autorizados a realizar o trabalho.

A “lei da 1 hora”, como é conhecida, busca coibir barulho após a 1 hora da manhã. Bares devem ter proteção acústica e manter seus clientes dentro do estabelecimento, e não nas calçadas, após esse horário.

O programa também combate o chamado “Pancadão”, que agora recebe reforço com as equipes das Prefeituras Regionais para apreender carros e equipamentos de som.

De janeiro a março, 53% das denúncias de barulho fora do horário não foram atendidas na cidade. Expectativa é ao menos dobrar o número de autuações, afirma o secretário adjunto da Secretaria de Coordenação de Prefeituras Regionais, Fábio Lepique.