Após muitos embates entre as construtoras proprietárias do terreno na rua Augusta e a gestão de Fernando Haddad (PT), um acordo entre a gestão Doria com Cyrella e Setin, deve botar um fim a disputa, criando finalmente o Parque Augusta, na região central da cidade.

O acordo apresentado ao Ministério Público prevê a cessão de terrenos a construtora em valor equivalente ao do terreno na Augusta, em troca, a prefeitura assume a área em disputa para a criação do novo parque.

“Concordamos em encontrar uma solução conjunta. O encontro com o Ministério Público foi muito positivo, mas não conclusivo. Nos próximos 30 dias deveremos ter um caminho que atenda ao interesse de todos”, disse Doria ao jornal “O Estado de S. Estado”.

A intenção da prefeitura é que o parque seja administrado pela iniciativa privada. “Uma preocupação do prefeito é não criar uma estrutura que a prefeitura tenha de carregar no futuro. Os parques da cidade estão sucateados e não queremos ter mais esse custo”, disse o secretário de Justiça, Anderson Pomini.

Relacionados